Como Regularizar o DPVAT, o Licenciamento e o IPVA

Como Regularizar o DPVAT, o Licenciamento e o IPVA

Se você tem ou quer ter um veículo, se prepare para lidar com algumas obrigações, sendo uma delas a obrigação de manter toda a documentação em dia. Caso você já esteja com débitos em abertos por atraso de pagamento dos documentos, hoje vamos te explicar como o regularizar o DPVAT, o Licenciamento e o IPVA

A importância de manter as contas em dia

Como dissemos antes, ter um veículo implica em manter algumas obrigações, tais quais manter as contas sempre pagas e em dia. Caso o veículo esteja irregular, o condutor responderá por infração de trânsito gravíssima, sete pontos na carteira e multa de R$293,47.

O motorista pego com o carro irregular também pode correr risco de ter o carro retirado de circulação até que a situação seja regularizada. Para não se perder nas datas, é importante ficar atento ao calendário de pagamentos de cada documento.

É possível também consultar a situação do seu veículo pelo site do Detran do seu estado, basta apenas realizar o seu cadastro pessoal e ter em mãos o número do Renavam do seu carro.

Se você já perdeu as datas do pagamento, continue lendo para aprender como realizar a regularização.

Como Regularizar o DPVAT

O Seguro DPVAT existe há 30 anos no país e é responsável por indenizar as vítimas de acidentes de trânsito. Mesmo que o responsável pelo acidente esteja em dívida com o DPVAT, as vítimas estão indenizadas. 45% de seu valor é enviado para o SUS a fim de ajudar a custear os gastos hospitalares.

O Seguro DPVAT, é pago anualmente junto com o IPVA, sendo ambos obrigatórios. Para quem atrasa o pagamento, a Secretaria da Fazenda pode cobrar o acréscimo de até 1% ao mês.

Regularizar a situação é fácil e simples, basta acessar o site do Detran e gerar uma Guia de Recolhimento de Veículo, (GRV) e escolha as opções de pagamento. Assim que quitado, o seu carro não corre mais risco de ser autuado.

Como Regularizar o Licenciamento

O CRLV é um documento anual, que atesta a segurança e as boas condições do veículo. O documento precisa ser regularizado e pago todos os anos, além de ser de porte obrigatório. Dependendo do caso, o motorista precisa levar o seu carro para vistoria do Detran.

Para regularizar o documento, o IPVA precisa ser anteriormente pago. Com o comprovante de pagamento do IPVA e o número do Renavam, o motorista consegue emitir o boleto diretamente pelo site do Detran e realizar o pagamento em qualquer caixa eletrônico ou lotérica.

Como Regularizar o IPVA

Por fim mas não menos importante, temos a estrela das taxas! O IPVA é o imposto sobre veículos automotivos e é recolhido pelo estado do qual o veículo é registrado. O destino desse pagamento fica a cargo de cada estado decidir, podendo variar em diversas áreas da esfera pública.

Atrasar o pagamento do IPVA acrescenta juros de 1% ao mês, e o processo de quitação é o mesmo do DPVAT, ou seja, acessar o site do Detran e gerar uma Guia de Recolhimento do Veículo. Dependendo da situação, pode ser possível o parcelamento da dívida. Assim que a primeira parcela for quitada, o condutor não sofre mais ações de infração.

Além disso, algumas pessoas podem conseguir a isenção do pagamento do IPVA. Veículos oficiais, veículos adaptados para portadores de deficiência física e veículos de aluguel, são alguns dos isentos.

Veja mais: QUANDO O CONDUTOR TERÁ SUA CNH SUSPENSA?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post