Gasolina ou Álcool? Qual o melhor?


Um dos gastos mais evidentes que temos com o nosso carro é o do combustível.

Muitos motoristas ainda têm dificuldade em escolher o combustível que apresenta o melhor custo-benefício na hora de encher o tanque.

Nesse sentido, uma dúvida muito comum é a definição entre álcool ou gasolina. Afinal, qual é a melhor opção para o seu carro?

Você também tem essa dúvida? Acompanhe nosso post e aprenda como escolher a opção que compensa mais.

Quais as vantagens e desvantagens de cada tipo de combustível?

Gasolina

Apesar de ser o principal tipo de combustível para os automóveis, existem algumas desvantagens quanto ao seu uso:

  • gases poluentes: estudos revelam que a concentração de partículas ultrafinas na atmosfera aumenta quando o preço da gasolina cai. São substâncias tão pequenas que se assemelham a gases e vão direto para o sangue, aumentando as chances de doenças respiratórias e cardiovasculares nas pessoas;
  • energia não renovável: a gasolina é produzida a partir do petróleo, ou seja, é um tipo de combustível fóssil — uma fonte não renovável. Isso significa que em algum momento ela vai acabar;
  • variação de preço: os ajustes semanais dos valores da gasolina são um reflexo das grandes variações dos preços de barris de petróleo. Assim, fica mais difícil projetar gastos ao longo do ano ou até dentro do mês.

Apesar dessas desvantagens, a gasolina também apresenta muitas vantagens que também devem ser consideradas:

  • motores mais baratos: como se trata de uma tecnologia já consolidada e aperfeiçoada por mais de 100 anos, esses equipamentos são mais baratos;
  • acessível: como é uma tecnologia mais popular, é fácil encontrar gasolina em qualquer lugar, bem como serviços e produtores relacionados, como peças, mecânicos etc.

Álcool

O álcool ou etanol é uma fonte de energia geralmente vegetal, vinda da cana de açúcar, do milho ou até de algas. Suas desvantagens incluem:

  • eficiência menor: é necessário mais etanol para gerar a mesma potência da gasolina;
  • danos ao motor: se não for um motor flex ou específico para a combustão do álcool, o equipamento pode se desgastar mais rapidamente, uma vez que tem menos lubricidade, exigindo mais manutenções ou trocas de óleo, principalmente se roda em pequenos trajetos;
  • preço também variável: os valores dependem da produção agrícola e podem variar conforme a safra de cada ano.

Porém, esse combustível também apresenta algumas vantagens, como:

  • fonte renovável: o álcool pode ser fabricado a partir da matéria-prima das lavouras;
  • menor emissão de gases poluentes: o álcool polui menos do que os combustíveis fósseis;
  • solubilidade: como pode ser dissolvido em água, o impacto ambiental é menor caso haja algum vazamento.

Quando compensa abastecer com gasolina?

Normalmente, o rendimento da gasolina é maior do que o do álcool. Ou seja, você consegue rodar mais quilômetros com 1 litro de gasolina. Mas, nem sempre ela é a melhor opção. Isso porque, ela é normalmente mais cara do que o álcool, além de ser mais poluente.

Ou seja, compensa mais abastecer com gasolina quando o veículo for percorrer longas distâncias, pois a necessidade de parar para abastecer vai ser menor durante o percurso.

Quando compensa abastecer com álcool?

Aqui, compensa mais abastecer com etanol quando o preço do etanol for no máximo 70% do preço da gasolina.

Esse cálculo é feito da seguinte maneira: você deverá dividir o valor do litro do álcool pelo da gasolina. Se o resultado for menor que 0,7, o ideal é abastecer com etanol. Se maior, escolha pelo combustível fóssil.

Porém, há outro fator que costuma incomodar os que optam por abastecer o carro com álcool: normalmente, nos dias frios, é mais difícil dar a partida nos veículos abastecidos com etanol.

Então, se você não é uma pessoa que tem muita paciência, é melhor escolher a gasolina como combustível do seu veículo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post