Maneira correta de carregar o seu PET no carro


Você já viu motoristas que deixam cachorrinhos soltos dentro do carro, com a cabeça para fora da janela? Saiba que é uma atitude que pode colocar a vida do pet em risco, além de causar sérias punições.

No caso acima, essa situação consiste numa infração média, e o motorista pode receber uma multa no valor de R$ 85,13 e punição de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No post de hoje você vai aprender a maneira correta de carregar o seu pet no carro. Vamos lá?

O que diz a Lei?

Segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) a Lei nº 9.503 de 23 de Setembro de 1997 possui alguns artigos que se aplicam ao transporte de animais no carro. São eles:

Art. 235. Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados:

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – retenção do veículo para transbordo.

Se o motorista infringir essa lei, ele pode perder até 5 pontos na carteira, além de pagar uma multa de R$127,69 e até mesmo ter o carro apreendido.

Art. 252. Dirigir o veículo:

 II – transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas;

Infração – média;

Penalidade – multa.

Isso pode gerar uma multa no valor de R$85,13 (além do perigo).

Art. 169. Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança:

Infração – leve;

Penalidade – multa.

Se o animal está solto no carro, ele oferece risco ao motorista, podendo tirar a atenção do mesmo da direção. Portanto, essa infração gera uma multa de R$ 53,20 e três pontos na carteira.

Como transportar animais corretamente no carro?

Caixinha de transporte

Essa sem dúvida é a forma mais indicada e segura para transportar animais.

Esse método é o mais indicado para o transporte dos gatos, isso porque os felinos não gostam de mudanças, ainda mais se for para ficar chacoalhando de um lado para o outro na estrada. Na caixinha ele se sentirá bem protegido e, por ser um ambiente firme, quase não vai sentir o balanço do carro.

Cadeirinha

A cadeirinha (que é praticamente um cestinho) vai presa no banco do carro e o animalzinho preso pela coleira dentro dessa cadeirinha, assim ela permite uma sensação de maior liberdade.

São recomendadas para animais pequenos, com até uns 10 quilos.

Cinto de segurança

Para cachorrinhos de todos os tamanhos, especialmente os grandões, o cinto de segurança é uma ótima opção.

É como se fosse um guia normal que você prende direto no lugar que prende o cinto do carro.

O cinto para transporte de animais é especialmente feito para isso, pois possui um tamanho que faz com que o cachorro fique firme, reduzindo a mobilidade e protegendo o animal de possíveis trancos.

Além disso, existem diversos modelos que prendem na coleira, mas o peitoral seria o mais indicado pela segurança do próprio animal.

Essa opção é especialmente indicada para animais de médio porte, como cachorros de raças maiores.

Grade de segurança

Se o seu animal é muito grande, além do cinto, você deve investir numa grade de proteção.

Existem grades de diversos materiais e formatos no mercado. Ela é colocada entre o banco de trás e a parte da frente do carro.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post