Pedradas, buracos, animais na pista? Veja como ser indenizado


Sofreu algum dano no seu veículo por conta de má conservação da concessionária?

Saiba então que você tem uma boa chance de não ficar no prejuízo e receber uma indenização.

No post de hoje, vamos entender quando a empresa é responsável pelos danos e como ser ressarcido depois de um acidente causado por más condições do asfalto.

Boa leitura!

Como ser indenizado por má conservação das rodovias e animais na pista?

O mau estado de conservação das estradas brasileiras pode fazer com que você tenha sérios prejuízos financeiros. Afinal, ao bater em um buraco, os veículos podem sofrer danos tanto nos amortecedores quanto nos pneus e outros componentes importantes para seu funcionamento.

Segundo a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), essas empresas se responsabilizam por qualquer dano que um veículo sofra na rodovia, desde que seja comprovado que o acidente ocorreu devido a um defeito no pavimento, durante alguma obra de conservação ou por algum objeto na rodovia.

Um buraco ou defeito no asfalto que causa um acidente é o caso mais clássico de ressarcimento de danos, mas isso também vale para outras avarias como pedras lançadas do asfalto por outro veículo, obstáculos ou animais na pista que não estejam identificados por placas ou problemas causados pelas equipes responsáveis pela manutenção da pista.

No caso de animais na pista, muitos acidentes já ocorreram por conta disso, inclusive vitimando pessoas de forma fatal.

Portanto, é fundamental redobrar a atenção ao ver placas de trânsito que indiquem animais na pista (com desenhos de animais).

O que você precisa saber para ser indenizado por má conservação das rodovias

A empresa não é responsável: Por detritos, pedras ou outros materiais que caem da caçamba de um caminhão, por exemplo, ou que são lançados pela janela de outro carro, acidentes provocados pela imprudência do próprio motorista ou de outros.

A empresa é responsável: Por avarias provocadas por buracos, lombadas não sinalizadas, emendas malfeitas no asfalto, falta de sinalização adequada, pedras ou objetos que estavam na via e foram arremessados em direção ao seu veículo.

No caso de um animal solto na pista: a concessionária pode ser responsabilizada, pois ele é caracterizado como um obstáculo na via que prejudica a prestação do serviço. Mas se houver sinalização no local informando sobre a presença de animais a empresa pode se isentar de culpa.

Como solicitar indenização por acidente em razão da conservação da via?

Antes de entrar com o pedido de indenização e ressarcimento dos gastos é preciso reunir provas sobre o acidente ocorrido.

Por isso, é importante registrar um Boletim de Ocorrência narrando os detalhes do acidente.

Você também deve mostrar provas dos danos causados pelas pistas com buracos e lombadas não sinalizadas através de fotos do veículo ou dos ocupantes, apresentando testemunhas do acidente.

Também é recomendado reunir os recibos que comprovam os gastos com atendimento médico caso haja feridos e referentes aos consertos feitos no veículo.

Para entrar com o pedido de indenização, você pode solicitar os serviços de um advogado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post