Psicologia do trânsito – Você conhece?

Psicologia do Trânsito

Estar à frente de qualquer veículo é uma tarefa desafiadora, que exige mais do que movimentos mecânicos e prática, mas também certo tipo de inteligência emocional para lidar com situações adversas que podem surgir.

Desde situações de estresse até ter o pensamento rápido e utilizar da direção defensiva, a psicologia do trânsito é sua aliada. Vamos saber mais sobre isso?

O que é psicologia do trânsito?

O trânsito, no geral, é composto por três pilares: O ser humano (condutor), a via (estrada) e por fim o veículo. Esses três pilares estão interagindo o tempo todo e um não pode existir sem o outro.

Essa interação entre eles nem sempre gera resultados positivos, como bem sabemos, já que o trânsito tende a ser um espaço hostil na grande maioria das metrópoles. Esse clima de violência é causado na maior parte das vezes pelo comportamento dos motoristas.

A Psicologia do trânsito vai por fim buscar entender o comportamento dos condutores, e buscar maneiras de tornar os atritos menores, evitando estresse e buscando diminuir a violência no trânsito.

Ter conhecimento sobre essa área pode ajuda-lo a entender melhor diversas questões sobre o comportamento de cada um no trânsito, que não precisam necessariamente estar ligados a atitudes violentas, mas também outras questões como medo e inseguranças ao volante.

Perfis de motorista do trânsito

A psicologia do trânsito busca traçar personalidades de cada condutor em busca de entender quem pode oferecer riscos para o bom funcionamento do trânsito.

No trânsito, há diversos fatores dos quais os condutores são expostos, que podem moldar a ação a ser tomada, agindo compulsivamente, e colocando todos em risco. Por conta disso, a direção defensiva é a mais indicada para o trânsito e é inclusive ensinada durante o processo de primeira habilitação.

Mesmo com esse tipo de medida, ainda é importante entender quais os tipos de condutor. Saiba mais, aproveite para encontrar o seu perfil de motorista:

  • Motorista agressivo

Como o próprio nome diz, o motorista agressivo é aquele que corresponde com violência à provocações ou qualquer situação de conflito no trânsito, colocando em risco a vida e a paz do trânsito.

  • Motorista impulsivo

Esse tipo de motorista não prevê seus atos no trânsito, ou seja, não há a reflexão, sobre riscos que determinadas ações podem ter.

  • Motorista distraído

O motorista distraído tende a perder o foco quando ouve música, conversa com passageiros entre outros. A distração no trânsito é potencial fator de acidentes!  

  • Motorista inseguro/medo

Quem está com medo ou inseguro de dirigir pode não saber quais ações tomar, ou dirigir de maneira não adequada. O ideal, é que o motorista esteja seguro para tomar o volante.

Sabia que existe um psicólogo do trânsito?

A área da psicologia é vasta, e para poder se aprofundar no assunto, existe o psicólogo do trânsito. Eles agem, comumente, aplicando os testes psicotécnicos nos Centros de Formação de Condutores (CFCs), mas podem ser contatados quando há a necessidade.

É importante lembrar que no teste psicotécnico já é possível detectar alguns traços da personalidade do futuro condutor, assim como é avaliada a sua capacidade de tomar decisões, desvios de conduta entre outros.

Dicas para dirigir melhor

Se você chegou até aqui e percebeu alguns pontos que podem ser melhorados em sua conduta de trânsito, siga então nossas dicas para tornar o trânsito um lugar mais seguro para você e todos ao redor:

  • Não dirija sobre fadiga
  • Seja gentil
  • Respeite as sinalizações
  • Faça revisões periódicas no veículo.
  • Em caso de manobras bruscas, dobre a atenção.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post