Segurança no Trânsito: Saiba tudo sobre a Lei da Cadeirinha para crianças


Em vigor no Brasil desde 2010, a Lei da Cadeirinha diz que bebês e crianças precisam ser transportadas em cadeirinhas especiais no carro.

Mas você sabe qual é o modelo mais indicado para cada faixa etária?

Existem tipos específicos de assento para cada fase do desenvolvimento da criança.

Eles devem ser instalados no banco traseiro do veículo. A posição de costas para o movimento é a mais segura, por proteger o pescoço. Em caso de impacto, esses dispositivos de segurança evitam lesões na cabeça e na coluna vertebral e impedem que a criança seja lançada para fora do carro.

Se você ainda está com dúvidas sobre as regras de cadeiras de carro para crianças, fique tranquilo! Neste post vamos esclarecer tudo sobre essa lei.

Como funciona a Lei da Cadeirinha no Brasil?

A lei da cadeirinha foi aprovada pelo Contran, em base na resolução 277, de 28 de maio de 2008, que regulamenta o transporte de crianças em veículos automotores.

De acordo com a Lei da Cadeirinha, até completarem sete anos e meio de idade as crianças devem obrigatoriamente ser transportadas no dispositivo de retenção infantil quando em automóveis.

O tipo de equipamento dependerá da idade, podendo ser bebê conforto, assento de elevação ou cadeira de segurança.

O não cumprimento da lei é considerado infração gravíssima, gera multa de R$191,54, dá perda de sete pontos na carteira de habilitação e apreensão do veículo no ato do flagrante.

Além disso, a cadeirinha deve-se seguir as normas do INMETRO, para não continuar cometendo infração, mesmo usando o equipamento.

Ainda assim, a Resolução CONTRAN n° 277/08, em seu art. 2º, prevê três exceções em que o transporte nessa faixa etária pode ocorrer no banco dianteiro:

  1. quando o veículo é dotado exclusivamente de assento dianteiro;
  2. quando a quantidade de crianças nessa faixa etária exceder a lotação do banco traseiro;
  3. quando os bancos de trás do veículo são dotados apenas de cintos de segurança subabdominais (dois pontos).

Modelos de acordo com idade e peso da criança

Existem três tipos principais de poltronas para crianças. Em termos de segurança, mais que a idade, o que interessa é o peso e a altura do seu filho. Acompanhe:

Bebê-conforto

O assento bebê-conforto é um equipamento de retenção obrigatório no transporte de crianças com até 1 ano de idade e peso máximo de até 13 Kg.

Deve ser instalado de costas para os bancos dianteiros. Esta posição proporciona uma maior proteção para a cabeça da criança no caso de um impacto.

Muitas vezes esses modelos possuem uma base que fica acoplada ao veículo, o que facilita o encaixe e desencaixe da cadeirinha. Além disso, você consegue tirar o bebê adormecido do carro, com cadeirinha e tudo, sem ter que acordá-lo.

Cadeirinha ou poltrona

As cadeirinhas ou poltronas são projetadas para crianças de 1 a 4 anos, com peso entre 13 e 25 Kg.

Sua instalação é feita no banco traseiro do automóvel, de forma a deixar a criança sentada no mesmo sentido de movimento do veículo, pois protege melhor o pescoço do bebê em caso de impacto.

Assento de elevação (booster)

A legislação brasileira afirma que esse tipo de cadeira é obrigatório para crianças de 4 a 7 anos e meio de idade, com peso acima de 25 e 36 Kg ou mais.

O equipamento é instalado no banco traseiro do veículo, com cinto de segurança de três pontos.

Mas o ideal é que ela seja usada até a criança ter pelo menos 1,45m de altura e cerca de 10 anos de idade.

A partir daí ela já tem altura suficiente e pode passar a utilizar o cinto normal do banco, sem assento.

Garanta a segurança de seu filho! Instale a cadeirinha e sempre verifique para saber se a criança está colocada corretamente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post