Vícios ao volante que podem estragar o seu veículo

Vícios ao volante que podem estragar o seu veículo

Com os anos de direção, muitos vícios vão se acumulando, seja eles por puro habito ou por falta de conhecimento. O problema, é que alguns desses vícios podem causar danos ao seu carro, aumentando o custo de manutenção e diminuindo a longevidade do veículo.

Selecionamos alguns hábitos que você provavelmente já cometeu ou já viu alguém cometer, e avisamos desde já: Pare! Vamos conferir?

  1. Dirigir com uma das mãos no câmbio do carro

Esse é um dos hábitos ao volante mais comum, e pode até mesmo parecer inofensivo, mas tem efeitos nocivos ao câmbio. Além disso, segurar o volante com uma mão só é uma forma insegura de conduzir o veículo, deixando o condutor com menos controle em caso de curvas ou manobras bruscas.

Sobre a mão no câmbio, o peso da mão pode forçar a peça e prejudicar todo o sistema de embreagem, que pode ser necessário algum tipo de reparo no futuro. Para evitar isso, mantenha as duas mãos o volante, e troque de marcha apenas quando necessário.

  1. Descansar o pé na embreagem

Quem enfrenta grandes congestionamentos sabe bem que manter o pé próximo à embreagem torna tudo mais fácil, contudo, descansar o pé sob o pedal pode significar o acionamento desnecessário do sistema de embreagem, o que gera o desgaste precoce do mesmo.

  1. Andar com o veículo na reserva

Ignorar a luz da reserva de gasolina do carro é um mau hábito que deve ser extinto o mais rápido possível. Esse ato força a bomba de gasolina ao seu limite, e pode agilizar a necessidade de troca da mesma. Além disso, andar na reserva pode resultar em uma pane seca, o que causa danos ao motor e até mesmo infração, com multas e pontos na carteira.

  1. Andar com o carro em ponto morto

Diversos motoristas usam dessa tática em busca de economizar gasolina. Contudo, descer ladeiras com o carro em ponto morto não economiza combustível e ainda pode ser uma medida perigosa.

Caso seja necessário realizar algum tipo de manobra de emergência em ponto morto, não será possível. Por conta disso, utilizar dessa técnica além de não economizar gasolina, também é perigoso.

  1. Não calibrar o pneu

A calibração dos pneus muitas vezes é esquecida pelos motoristas, seja por falta de tempo para prestar um pouco mais de atenção no seu veículo, ou por conta de falta de conhecimento em tal.

Contudo, a falta de calibração no pneu prejudica e muito a “saúde” do seu automóvel. Para começar, os impactos sofridos não são absorvidos completamente pelos pneus e por conta disso, o sistema de amortecedor. O carro também passa a exigir mais de seu motor para se locomover, gastando mais combustível.

Por fim, as rodas são atingidas diretamente e podem chegar a entortar e a calibração estiver errada. Para evitar esse problema, visite um posto de combustível com bomba de ar para calibração, e lembre-se de calibrar corretamente! Verifique o manual do carro para saber qual a calibragem certa.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post